Auto Escola: Indicador de Gestão "Ponto de Equilíbrio". Saiba como elaborar em 5 passos!


Você, como empresário ou gestor de uma empresa, sabe quanto a sua empresa deve vender todos os meses para não ter prejuízo? O valor das vendas que leva a empresa a essa situação chama-se "ponto de equilíbrio" e trata-se de um importante conceito para a gestão de uma empresa, pois a partir dele, o gestor da empresa pode saber se a sua empresa apresenta lucro ou não e estabelecer as metas necessárias para atingir o resultado desejado.

Sob o ponto de vista técnico e conceitual, identificar o "Ponto de Equilíbrio" parece ser uma tarefa simples, porém, as micro e pequenas empresas negligenciam as informações financeiras gerenciais. Estas empresas são lançadas num verdadeiro abismo gerencial em função da má utilização de softwares de gestão e controles ineficientes. Por falta de treinamento e conhecimento dos indicadores de gestão; baixos investimentos em capacitação de gestores e profissionais administrativos, os resultados produzidos apresentam um baixo nível de confiabilidade e real posicionamento no mercado.

A elaboração e execução de uma rotina financeira fundamentada no Modelo de Gestão de Financeira é capaz de produzir informações confiáveis para a elaboração da DRE Financeira (Demonstração dos Resultados do Exercício).

5 passos para a elaboração do "Ponto de Equilíbrio"

1- identificar os custos variáveis (Cv) que só existem quando ocorrem as vendas e custos fixos (Cf) que independem das vendas.

2- identificar o índice de vendas (Iv), isto é, o percentual que os custos variáveis representa sobre as vendas.

Iv =CV/Faturamento

3- identificar a margem de contribuição (MgC %) de acordo com a fórmula abaixo.

MgC % = 1 (-) Iv

4- identificar o ponto de equilíbrio financeiro Pe(f), dividindo o custo fixo total pelo índice da margem de contribuição (MgC %) encontrada.

Pe(f) = Cf / MgC %

5- identificar o ponto de equilíbrio quantidade Pe(q), dividindo o ponto de equilíbrio financeiro pelo preço médio dos produtos ou processos. O preço médio (Pmd) é calculado subtraindo o faturamento total (Ft) da política de desconto (Pd) praticada e dividindo pela quantidade total (Q) de produtos ou processos.

Pe(q) = (Ft - Pd) / Q

Para entendimento segue abaixo o gráfico com as informações do CFC 1 "M" referente ao 1° trimestre de 2016:

A empresa CFC1 "M" apresentou os seguintes resultados:

* Custos Variáveis = R$ 47.829,04

* Custos Fixos = R$ 66.136,31

* Custos Totais = R$ 117.327,60

* Receita total = R$ 155.772,21

* Política de descontos = R$ 3.168,08 (2,03%)

* Total quantidade = 62 und/processos

* MgC% = 69%

* Pe(f) = R$ 96.327,04

* Pe(q) = 39 und/processos

Diante dos resultados, podemos concluir que a empresa CFC1 "M" apresenta uma estrutura financeira saudável e indicadores de gestão que auxiliam na condução e gestão da empresa. No 1° trimestre de 2016, diante de sua estrutura de custos, foi identificado que o seu ponto de equilíbrio quantidade PE(q) é de 39 (trinta e nove) unidades/ processos, ou seja, é necessário vender 39 (trinta e nove) processos para cobrir os seus custos. Abaixo disso a empresa irá registrar prejuízo e partir deste indicador apresentará lucro. O ponto de equilíbrio financeiro PE(f) é de R$ 96.327,04 (noventa e seis mil trezentos e vinte e sete Reais e quatro centavos). A política de desconto praticada é de 2,03%. Este indicador tem uma interferência considerável na apuração do lucro e diante do que temos verificado como prática no mercado, as empresas que praticam uma política de descontos de forma indiscriminada estão prejudicando a sua estrutura de resultados, bem como diminuindo o seu lucro.

Outro indicador que estrangula muito a rentabilidade das pequenas empresas e que deveria ser uma opção, mas se torna uma obrigação é a "Retirada Pró-labore". Mas onde ela afeta o "ponto de equilíbrio"? Ao se tornar obrigatória para custear o padrão de vida do empresário e não por adequação ao que a empresa suporta pagar, ela se torna um custo fixo elevando o ponto de equilíbrio financeiro Pe(f) e o ponto de equilíbrio quantidade Pe(q). Consequentemente, a rentabilidade da empresa será afetada se este valor for lançado em folha salarial ou gerando uma diminuição no capital de giro e até mesmo um déficit operacional.

Vale ressaltar que a empresa CFC1 "M" executa com primor o Modelo de Gestão Financeira através dos registros e da classificação diária de toda movimentação financeira de receitas, despesas, controles de saldos, política de descontos e controle de custos através do Projeto Orçamentário OBZ. A execução deste processo proporciona a manutenção de uma estrutura saudável, assim como a elaboração e análise de inúmeros indicadores de gestão que irão auxiliar o empresário gestor no direcionamento e busca dos objetivos e metas traçados ano.

Este indicador de gestão é importante para a sua empresa? Você tem a gestão deste indicador?

Abordamos neste artigo o indicador de gestão Ponto de Equilíbrio.

Em breve outros estudos de caso serão publicados.

Texto/Opinião: Emerson Santana.

* Fonte: Pequenas empresas e grandes negócios, 10 de Março de 2006.

* Graduado em Ciências Econômicas pela UFSJ – São João Del Rei/MG

* Especialista em Gestão em Finanças pela UFSJ- São João Del Rei/MG

* Especialista em Gestão, Educação e Segurança para o Trânsito - Belo Horizonte/MG

* Consultor Administrativo e Financeiro

* Ministra Cursos de Orçamento Pessoal e Familiar

* Ministra Cursos de Gestão Financeira para MPE's in Company

#IndicadorPontodeEquilíbrio #IndicadorPE

41 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo